sábado, 30 de maio de 2009

Ihaaaaaaaaaaaaaaa!

Uma pica gigante?
Uma xana ao lado?
Oh! E os corpos impressos em telas,
e carvãos, salsas, vulvas e todos os traços.
Desenhos, contornos singulares e todos
os personagens. Poetas,
músicos, artistas, apreciadores
de arte, de vinho, de papo.
E todo o antes, e todo o durante:
Filhos de Clio,
Avante !

O Grupo Historianos agradece a todos que estiveram presentes, degustadores de arte, apoiadores do projeto, vindos de outras cidades, colegas, amigos que acreditam na ideia.

Agradece também a todos que colaboraram para o desenrolar da noite de abertura de Clio No Cio:

Patrocinadores (Copimagem, Hospital do Note, Cinemar Produções e Naturalist) e Fundação Cultural de Blumenau (apoio).

Aos artistas, um carinho especial:

Nestor Jr.
Daniel Costadessouza
Bruno Bachmann
Clóvis Truppel
Elke Littig
Ale Gomes
Cris
Fátima Venutti
Taninha Rodrigues
Viegas da Costa
Marcus
Daniel Bambinetti
Dani Martins
Rosane Magaly Martins

Aos amigos que nos auxiliaram na divulgação, montagem, etc, etc:

Ale Gomes
Sally
Artur
Philipe
Ana Flávia
Edi
Lagartixa
Ana Paula Gielow
Bob

Gratos:
Augs, Beli, Carla, Fê, João e Procópio. (Grupo HistorianoS)




É HOJE!

É hoje
o dia
em que Clio
vai
fecundar
você!

Não esqueça de levar o seu VINHO.
19h.
Na Fundação Cultural de Blumenau.


sexta-feira, 29 de maio de 2009

People whole life in a minute

Intenção Corporal

Ele é curva, é reta.
É silêncio, é explosão.
Ele é chão e o céu, às vezes, ao mesmo tempo.
É a forma contrária e forma desforme.
É palavra calada e sons imperceptíveis.
É parte do todo, de um completo sem fim.
É tato, gosto e, também, desgosto.
É o eterno sem poder continuar ser, é a saudade pausada, na falta dele.
É a agonia pitoresca de um mundo nem tão moderno assim.
É perturbação, insônia, paz, gargalhada e ponto final.
O corpo, do gozo, sofre as tormentas.
O corpo, da paz, sofre as tormentas.
Nenhum corpo fica.
Nenhuma presença permanece, apenas as intenções.

dcm230509
De Dani Martins.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

E você? Dentro ou fora?

Mudhoney - In 'n' Out of Grace



Jesus take me to a higher place
Sliding in 'n' out of grace
Christ - body and blood I crave
Sliding in 'n' out of grace, yeah

Cry for mercy, relieve my hate
Sliding in 'n' out of grace
Spill my seed, suck my waste
Sliding in 'n' out of grace

Oh God, how I love to hate
Sliding in 'n' out of grace
Save me Lord, and fuck the race
Sliding in 'n' out of grace
Yeah

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Entre tantos corpos com a mesma ferida!

A Revolta dos Dândis, Engenheiros do Hawaii



Enquete realizada:

Entre um rosto e um retrato 0 (0%)
o real e o abstrato 2 (15%
)
Entre a loucura e lucidez 1 (7%)

Entre o uniforme e a nudez 0 (0%)
Entre o fim do mundo e o fim do mês 2 (15%)
Entre a verdade e o rock inglês 0 (0%)
Entre os outros e vocês 0 (0%)
Entre gritos e gemidos 1 (7%)
Entre um copo e outro da mesma bebida 1 (7%)
Entre tantos corpos com a mesma ferida 3 (23%)
Entre americanos e soviéticos, gregos e troianos 1 (7%)
Entre a minha boca e a tua 2 (15%)



Entre tantos corpos com a mesma ferida.
Que ferida é essa?

Literal?




"A Revolta dos Dândis é o abandonar pouco a pouco o mundo do parecer pelo fazer. O cinismo é uma piada leve hoje...Entre Americanos e Soviéticos, Gregos e Troianos, entra ano e sai ano, sempre os mesmos planos...Entre um copo e outro da mesma bebida, entre tantos corpos com a mesma ferida..." (Página dos Engenheiros, por Eurico Salis)

A música:












Entrevista com a banda no lançamento do álbum A Revolta dos Dândis:





Somos corpos com a mesma ferida?

V Semana dos Namorados


Cada um com seu problema...

O meu problema, huh, huh, huh...

O meu problema, huh, huh, huh...

O meu problema é sexo, algemas e cinta-liga

Não importa se é loira ou morena

Se ela é alta, média ou pequena

O meu problema é sexo, algemas e cinta-liga

Não importa se é oriental

Mas que torça pro Internacional

O meu problema é sexo, algemas e cinta-liga

De manhã ela vai embora

E me deixa algemado no colchão

Eu não sei o seu nome

Eu só tenho apenas

Sua calcinha vermelha no chão

Sua calcinha vermelha no chão

O que eu quero é sexo, algemas e cinta-liga

Não importa se tem outros homens

Mas que goste de ouvir Ramones

O meu problema é sexo, algemas e cinta-liga

Se ela tem um certo brilho no olhar

Ou se gosta mesmo de apanhar

O meu problema é sexo, algemas e cinta-liga

De manhã ela vai embora

E me deixa algemado no colchão

Eu não sei o seu nome

Eu só tenho apenas

Sua calcinha vermelha no chão

Sua calcinha vermelha no chão

O que eu quero é sexo, algemas e cinta-liga

Sexo, algemas e cinta-liga

Sexo, algemas e cinta-liga

terça-feira, 26 de maio de 2009

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Tattoo



Madonna & Child


Arte Sacra.

Período Gótico -
Idade Média.

Série: Madonna, Virgem e seu filho.

(Imagens dos anos 1201 - 1450)





















































































































































































































































































































Por Beli, Augs, Nanda Sasse e Almir Bauler.
Envie você também para historianos.art@gmail.com